Quarta-feira, 26 de Dezembro de 2007
Faça...

"Faça todo o bem que puder
Por todos os meios que puder
De todas as maneiras que puder
Em todos os lugares que puder
Todas as horas que puder
Para todas as pessoas que puder
Enquanto você puder."
(John Wesley)



publicado por escorpion às 13:45
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Segunda-feira, 24 de Dezembro de 2007
Palavras (Dameuntango)

 

A pena, colocada numa mão que vai chorar, acaba por ser levada numa brisa soprada por um beijo... com o qual se não conta, nem se espera... E deixa-se planar. Porque a poesia é vida, não a pode negar...E se à vida sobram asas, que se lhes agarrem também as palavras e se deixem voar com ela sem que o destino importe.
Que batam todas as asas e que voem todas as palavras, que as emoções transbordem em caudais de sensações e que em cada boca se deposite um beijo... ou, pelo menos, o desejo...


publicado por escorpion às 13:14
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 21 de Dezembro de 2007
Descarta-se
"Descarta-se amigos!
Descarta-se mães!
Descarta-se pais!
Descarta-se filhos!
Descarta-se bichinhos de estimação!
Descarta-se relações!
Descarta-se tudo que dá trabalho!
Descarta-se tudo que não vem pronto!
Descarta-se tudo que não é perfeito!
Descarta-se a si mesmo!
Descarta-se a vida!
Por que, a cada dia que passa, descartamos e nos tornamos cada vez mais descartáveis?
Por que é mais fácil desistir e procurar algo mais fácil em vez de lutar pelo que queremos, mesmo sem saber se iremos conseguir?
Por que trocar o velho pelo novo, o real pelo surreal, o eterno pelo fugaz?
Por que trocar em vez de cuidar?
Por que aceitar metade se podemos ter e ser inteiros?
Tentando ser diferentes, tentando sair da mesmice acabamos fugindo da realidade, querendo o impossível, colocando os sonhos onde não podemos alcançar, nos tornando insatisfeitos, previsíveis, sem brilho, sem vida.
Parece que estamos sempre na contra-mão da vida.
Ser diferente é viver cada dia como se fosse o último, mas cuidando do que temos, aprendendo com o que vivemos, crescendo com o que aprendemos.
Somos responsáveis pelo que cativamos e pelo que estragamos, também.
Viver é uma luta diária, é um querer diário! E vale a pena!
Nem tudo acontece como planejamos, mas é essa a graça da vida!
Não podemos e não devemos controlar tudo. Devemos estar dispostos para encarar o que virá. Porque sendo bom ou ruim, no final, sempre aprendemos mais uma coisinha. E é tão fácil! Basta estarmos de peito aberto para a vida e decidir se queremos ser descartáveis ou recicláveis no grande supermercado da vida."


publicado por escorpion às 19:09
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 19 de Dezembro de 2007
Soneto XVII (Pablo Neruda)
Não te amo como se fosses a rosa de sal,
topázio ou flechas de cravos
que propagam o fogo
Te amo como se amam
certas coisas obscuras, secretamente,
entre a sombra e a alma.
Te amo como a planta que não floresce
e leva dentro de si, oculta,
a luz daquelas flores...
e graças a teu amor
vive escuro em meu corpo
o apertado aroma que ascendeu da terra.
Te amo sem saber como...
nem quando...
nem onde...
Te amo assim diretamente...
sem problemas...
 nem orgulho...
Assim te amo
porque não sei amar
de outra maneira
senão assim
deste modo!
Que não sou
nem és tão perto
que tua mão
sobre o meu peito é minha
tão perto que se fecham
teus olhos com meu sonho.


publicado por escorpion às 18:53
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Segunda-feira, 17 de Dezembro de 2007
Lágrima e chuva (Sílvia Schmidt)
Muito da natureza se tornaria ressecado, facilmente quebrável, e muitos seres poderiam morrer se não houvesse chuva.
Nossas emoções e sentimentos poderiam também se tornar endurecidos e logo
poderíamos até não sorrir mais, se não pudéssemos chorar. As lágrimas são chuvas que vêm para nos limpar, nos curar e nos tornar mais  inteiros.
Assim como uma flor precisa de chuva, nosso crescimento precisa de lágrimas.
Nós nos sentimos melhor quando choramos, pois as  lágrimas aliviam o peso
da tristeza e da grande  pedra do ressentimento.
O sol sempre brilhará novamente depois de uma tormenta, e o arco-íris aparecerá.
Nosso sol e nosso  arco-íris interiores sempre renascerão através de nossas dores depois destas serem regadas pelas lágrimas.
Chore tudo que você tem pra chorar.
Deixe que essa "chuva" abençoe sua natureza e os diversos "eus" que você tem dentro de si. Não os deixe morrer por orgulho ou vergonha.
Chore sempre  que ouvir um longínquo "trovão“  antes que ele se faça mais  próximo. Depois dê-se ao prazer de ver-se mais vivo e mais forte.
Chore o suficiente para depois rir muito!
Feliz renovação!


publicado por escorpion às 19:05
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2007
Sedução
No lago azul, onde o sol se espelha,
uma borboleta brinca rente
à massa líquida, docemente,
imitando a astuta, destra abelha.
 
Voando alto com segurança,
ora descendo bem displicente,
o lago é palco na sua dança  
num ar parado de dia quente.
 
Mas de repente, que triste sina.
Mínimo erro, que distração!
Voou mais baixo sem direção,
molhando as asas, a bailarina.
 
Espavorida, mexendo a massa,
tenta livrar-se, já em agonia.
A cada golpe, mais se embaraça
no azul do lago que a seduzia.
(N.Rogero)


publicado por escorpion às 17:22
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 11 de Dezembro de 2007
Rendição (Nêssa Gentile)

Se alguém procura ceder que seja eu.

Deponho minhas armas e entrego-me à rendição.

Abro meu coração

te convido a entrar,

morrendo de medo que digas não!



publicado por escorpion às 12:21
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 9 de Dezembro de 2007
Caminhos da Vida (Iza)
Percorrendo os caminhos da vida,
sentindo alegrias, sentindo tristezas,
falando bobagens,
dizendo verdades,
Encontrei você.

Percorrendo os caminhos da vida,
meus dias mudaram, pensamentos voaram,
saudade batendo,
Pensando em você.

Percorrendo os caminhos da vida,
nasceu o sorriso mais belo,
o gesto sincero, o olhar mais profundo.
Entranhas sentindo o jeito do amor.

Percorrendo os caminhos da vida,
vivo feliz,
sonhando acordada,
sorriso maroto
das lembranças passadas
da vida e do belo,
Percorrendo Você...


publicado por escorpion às 21:41
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 7 de Dezembro de 2007
Natal da Amizade

Se construir a amizade
Fosse em nós prioridade
Em vivência fraternal
Havia mais harmonia
E a humanidade vivia
Num permanente Natal !...

Onde cada ser humano
Desse no quotidiano
Amor ao seu semelhante
Ver no próximo um irmão
Sem ter discriminação
Numa amizade constante...

Uma amizade capaz
Que incentive o mundo à paz
Que o Natal nos inspira
Que não permitisse a guerra
Nem o ódio que há na terra
Nem a fome , nem mentira.

P'ra que o mundo turbulento
Fosse menos violento
Com ausência da maldade
Onde os seres fossem iguais
E os dias todos Natais
A comungar a AMIZADE!…

Euclides Cavaco

Para ouvir este poema declamado, utilize o endereço abaixo:
http://www.euclidescavaco.com/Recitas/Natal_da_Amizade/index.htm



publicado por escorpion às 17:40
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 3 de Dezembro de 2007
Amor é um fogo (Camões)

 

Amor é um fogo que arde sem se ver,
é ferida que dói, e não se sente;
é um contentamento descontente,
é dor que desatina sem doer.
 
É um não querer mais que bem querer;
é um andar solitário entre a gente;
é nunca contentar se de contente;
é um cuidar que ganha em se perder.
 
É querer estar preso por vontade;
é servir a quem vence, o vencedor;
é ter com quem nos mata, lealdade.
 
Mas como causar pode seu favor
nos corações humanos amizade,
se tão contrário a si é o mesmo Amor?


publicado por escorpion às 17:14
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Fazer olhinhos

 



English Version

pesquisar
 
Outubro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


posts recentes

Faz-me teu Poeta (Emanuel...

Mar Português (Fernando P...

Mãos dadas (Carlos Drummo...

As duas flores

Todos estão surdos

Abraço de Natal

Apenas uma mensagem

Não aprendo a lição

O sol na minha mão

Anjos já amaram e chorara...

arquivos

Outubro 2014

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Agosto 2012

Maio 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Meus Amigos
Guerreiro da Luz

Criticando Meio Mundo

Causas e Efeitos

Viajante no Mundo

Cantinho das Emoções

Apenas Assistindo

Um Olhar Feminino

Vida, Verdade, Visão

blogs SAPO
subscrever feeds