Sexta-feira, 26 de Dezembro de 2008
Amor de poeta ( Armando C. Sousa)


 

A poesia nasce da ânsia de viver
Poesia vem à mente misturada de emoção
A ternura e poesia faz-nos o amor rever
O doce da poesia dá calma ao coração

O amor dum poeta é diferente, é sem fim
É um espaço no infinito que não se vê
Podem ser insetos nas flores do jardim
Serão beijos trocados e doçura com você

O poeta ama o encontro e estalar do beijo
Ama um olhar de alguém que espera
Ama a beleza da chuva ou do lampejo
Ama dias risonhos e meigos da primavera

A lua do poeta é mais doce, tem mais luar
O céu é imenso, o azul mais azulinho
Nesta imensidão, cabeças unidas a sonhar
As mãos percorrendo o corpo de mansinho

O poeta descreve recordações de infância
Mas segue no futuro amando-o sem vacilar
Segue enfrente, não pensa na distancia
Mas um dia ruído de saudades, quer voltar

O poeta leva outra língua no pensamento
O poeta procura sons e rimas de amor
Mesmo sol, luar, estrelas no firmamento
Disposto a vencer, com alegria e seu suor

Para o poeta os enigmas são pequeninos
A simplicidade são as peças da adivinha
Muito amor meiguices e mil carinhos
Uma mulher, pão e filhos: uma casinha



publicado por escorpion às 00:12
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 22 de Dezembro de 2008
Então é Natal



Então é Natal...
...E o que você fez?
O ano termina
E nasce outra vez

Então é Natal
A festa cristã
Do velho e do novo
Do amor como um todo

Então é Natal
E um Ano Novo também
Que seja feliz quem
Souber o que é o bem

Então é Natal
Pro enfermo e pro são
Pro rico e pro pobre
Num só coração

Então, bom Natal
Pro branco e pro negro
amarelo e vermelho
Pra paz, afinal

Então, bom Natal
E um Ano Novo também
Que seja feliz quem
Souber o que é o bem

Então é Natal
E o que a gente fez?
O ano termina
E começa outra vez

Então é Natal
A festa cristã
Do velho e do novo
Do amor como um todo

Então é Natal
E um Ano Novo também
Que seja feliz quem
Souber o que é o bem


publicado por escorpion às 11:51
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 17 de Dezembro de 2008
Natal da Amizade


Se construir a amizade
Fosse em nós prioridade
Em vivência fraternal
Havia mais harmonia
E a humanidade vivia
Num permanente Natal !...

Onde cada ser humano
Desse no quotidiano
Amor ao seu semelhante
Ver no próximo um irmão
Sem ter discriminação
Numa amizade constante...

Uma amizade capaz
Que incentive o mundo à paz
Que o Natal nos inspira
Que não permitisse a guerra
Nem o ódio que há na terra
Nem a fome , nem mentira.

P'ra que o mundo turbulento
Fosse menos violento
Com ausência da maldade
Onde os seres fossem iguais
E os dias todos Natais
A comungar a AMIZADE!…

 

 

 

 

Este poema declamado pelo amigo e autor Euclides Cavaco, pode ser ouvido no link:
http://www.euclidescavaco.com/Recitas/Natal_da_Amizade/index.htm

 



publicado por escorpion às 14:54
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 10 de Dezembro de 2008
Recomeçar



 

 


 

 


 

 


 

 


 

 


 "Não importa onde você parou... em que momento da vida você cansou... o que importa é que sempre é possível e necessário "Recomeçar".

Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo... é renovar as esperanças na vida e o mais importante... acreditar em você de novo.

Sofreu muito nesse período? foi aprendizado...

Chorou muito? foi limpeza da alma...

Ficou com raiva das pessoas? foi para perdoá-las um dia...

Sentiu-se só por diversas vezes? é porque fechaste a porta até para os anjos...

Acreditou que tudo estava perdido? era o início da tua melhora...

Pois é... agora é hora de reiniciar... de pensar na luz... de encontrar prazer nas coisas simples de novo.

Que tal um corte de cabelo arrojado... diferente?
Um novo curso... ou aquele velho desejo de aprender a pintar... desenhar... dominar o computador... ou qualquer outra coisa...

Olha quanto desafio... quanta coisa nova nesse mundão de meu Deus te esperando.

Tá se sentindo sozinho? besteira... tem tanta gente que você afastou com o seu "período de isolamento"... tem tanta gente esperando apenas um sorriso teu para "chegar" perto de você.

Quando nos trancamos na tristeza... nem nós mesmos nos suportamos... ficamos horríveis... o mal humor vai comendo nosso fígado... até a boca fica amarga.

Recomeçar... hoje é um bom dia para começar novos desafios.

Onde você quer chegar? ir alto... sonhe alto... queira o melhor do melhor... queira coisas boas para a vida... pensando assim trazemos prá nós aquilo que desejamos... se pensamos pequeno... coisas pequenas teremos...

Já se desejarmos fortemente o melhor e principalmente lutarmos pelo melhor... o melhor vai se instalar na nossa vida.
E é hoje o dia da faxina mental... joga fora tudo que te prende ao passado... ao mundinho de coisas tristes... fotos... peças de roupa, papel de bala...ingressos de cinema, bilhetes de viagens...
e toda aquela tranqueira que guardamos quando nos julgamos apaixonados... jogue tudo fora... mas principalmente... esvazie seu coração... fique pronto para a vida... para um novo amor...

Lembre-se: somos apaixonáveis... somos sempre capazes de amar muitas e muitas vezes... afinal de contas... Nós somos o "Amor"...

" Porque sou do tamanho daquilo que vejo, e não do tamanho da minha altura."



publicado por escorpion às 19:52
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 8 de Dezembro de 2008
Minha Oração (Joaquim Marques)
 

Do teu rosto tranquilo faço minha oração;
Das flores do altar me chega teu aroma;
Da luz do lampadário teu sorriso assoma;
Do teu meigo olhar faço minha devoção.
Da tua boca saem palavras que são odes,
Que vêm fazer do meu coração seu leito...
Me ninando no momento em que me deito,
Num mito sinto a mão com que me cobres.
Tua cândida voz ecoa em meus ouvidos;
Me dá ânimo e força em dias de tristeza;
Me faz sentir o acalento de teus abraços.
Não fora teu amor abarcar todo o meu ser...
Eu seria como folha de árvore amarelecida
Que ao cair, logo o vento faria desaparecer!



publicado por escorpion às 20:06
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 5 de Dezembro de 2008
Emoções (Nylda)

Image Hosted by ImageShack.us
 



Há coisas em nossas vidas que nos deixam felizes...
Há outras que com o tempo se revelam e só nos causam sofrimento.
Há outras ainda que aos poucos nos decepcionam,
até o ponto que o entusiasmo morre e ai já não sentimos mais emoção.
Os relacionamentos são assim (às vezes)...
No início nos transmitem tanta coisa boa, tudo é perfeito,
o tratamento, o jeito de falar, de andar, de sorrir... o
coração bate mais forte, as pernas tremem...
Com o tempo, com a visão do dia-a-dia,
com a intimidade, as pessoas já não parecem mais
tão perfeitas para nós.
As amizades acabam, os namoros, os noivados,
casamentos acabam, os encantos são quebrados, a magia é
descoberta e não conseguimos ver as coisas boas
que a outra pessoa tem...
Analisamos tudo por um prisma implacável,
que só nos diz a pura verdade, só no diz o que tem dentro de nós,
o sentimento mais profundo, a percepção e a intuição
de que aquela pessoa não tem mais lugar nas nossas vidas.
A vida é assim... encantamentos e decepções,
amores e ilusões, alegrias e tristezas, saudade e indiferença,
satisfações e frustrações...
A única coisa que fica, é a lembrança de momentos bons,
de palavras de carinho, de um olhar, de um sorriso, do
toque da pele, do cheiro, do sentimento que se foi.
A única sobrevivente é a esperança de um dia
encontrarmos tudo isso novamente e que dessa vez o
encantamento dure muito, muito tempo em nossas vidas.
Todos nós precisamos amar e ser amados,
todos nós precisamos de alguém que nos dê carinho,
que goste de nós verdadeiramente, sem querer nada em troca,
sem interesses escusos ou conveniências momentâneas, nos ame
pelo que nós somos, com todos os defeitos,
com todas as virtudes...
Todos nós precisamos ser felizes!

 

 

 

Image Hosted by ImageShack.us


publicado por escorpion às 17:43
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 2 de Dezembro de 2008
Sonhos de sonhos

 

 

Passo a passo,
passam os passos
de sonhos bem sonhados
em múltiplas sinergias.
Alma com sol e lua,
estrelas incontadas,
terra e céu,
saudades.
Aqui encanta o canto
com mil matizes.
A sensibilidade vive e vibra
por luminosas dimensões.
O bem-querer cavalga
em cintilantes brisas
de vento-luz.
Felicidade sim.
É acordado o amanhecer:
agora ilumina a sedução
e poetiza vívidas vidas,
vidas revividas.
Múltiplas vidas.
(Wanderlino Arruda)

 



publicado por escorpion às 13:41
link do post | comentar | favorito
|

Fazer olhinhos

 



English Version

pesquisar
 
Outubro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


posts recentes

Faz-me teu Poeta (Emanuel...

Mar Português (Fernando P...

Mãos dadas (Carlos Drummo...

As duas flores

Todos estão surdos

Abraço de Natal

Apenas uma mensagem

Não aprendo a lição

O sol na minha mão

Anjos já amaram e chorara...

arquivos

Outubro 2014

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Agosto 2012

Maio 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Meus Amigos
Guerreiro da Luz

Criticando Meio Mundo

Causas e Efeitos

Viajante no Mundo

Cantinho das Emoções

Apenas Assistindo

Um Olhar Feminino

Vida, Verdade, Visão

blogs SAPO
subscrever feeds