Terça-feira, 28 de Abril de 2009
Por ti

 

Por ti…
Rasguei do mundo os horizontes
E lavrei
Agras searas de paixão.
Por ti…
Corri vales, subi montes…
E sofri
De mil tormentos solidão.

Por ti…
Deixei de ser tudo o que era,
Para poder
Alcançar o amor teu.
Por ti…
Fiz do Inverno… Primavera
E consumava até
A tragédia de Romeu.

Por ti…
Deixei de ser rei do meu trono
E fui escravo submisso
Do teu querer.

Por ti…
Deixei meu ser ao abandono,
Pelo medo
De algum dia te perder.

Por ti…
Voltei de novo a ser menino,
Seguindo cegamente
Os teus anseios.
Por ti…
Fui constante peregrino,
Cruzando o teu caminho
Sem receios.

Por ti…
Espalhei círios para atear
As chamas do amor
Dos nossos beijos.
Por ti…
Foi sempre sim,
Sem hesitar…
À mais pequena voz
Dos teus desejos.

 

POR TI  , é um poema que reflete o verdadeiro sentido do amor
para cada um de nós que na vida o quis comungar com alguém.
Este poema, nosso amigo Euclides Cavaco fez em comemoração aos seus 40 anos de casamento. Que belo exemplo!
 
 
Veja e ouça este poema declamado no endereço:
http://www.euclidescavaco.com/Recitas/Por_Ti/index.htm  


publicado por escorpion às 01:31
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Domingo, 19 de Abril de 2009
Encanto (Nydia Bonetti)
arqpart-web

Encanto...

Gênese da utopia

Geratriz dos sentimentos

De onde brotam os sonhos

Que fazem

Aguçar os sentidos

Que despertam amores

Adormecidos

Encanto...

Onde eu te encontro?

Se já não sonho...


publicado por escorpion às 15:50
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 16 de Abril de 2009
Andar com fé



publicado por escorpion às 23:59
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 14 de Abril de 2009
Solicitude

Rasguei da terra o ventre e, semeei,
Em fértil solo, pequenina uma semente,
Que após nascer com cortesia cuidei
E vi crescer pouco a pouco lentamente !...

Reguei com mil cuidados a raiz
E o tempo a fez viçosa com a idade,
Vê-la aumentar fez de mim um ser feliz,
Por ela ser a minha árvore d'amizade...

A vida inteira dediquei p'rà conservar,
Sem a deixar nem um momento ao abandono,
Não fora tão somente "o plantar"!...

Aquela árvore é p'ra mim todo um tesouro,
Porque as folhas que colhi em cada Outono,
São os amigos... Que valem mais do que o ouro!...

Euclides Cavaco

 

SOLICITUDE, é um soneto declamado no qual o amigo poeta deixa transparecer com alguma ênfase o seu conceito de amizade e o que significam para ele os amigos...
Veja e ouça no link:
http://www.euclidescavaco.com/Recitas/Solicitude/index.htm  



publicado por escorpion às 22:00
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 13 de Abril de 2009
Caminhante (O Vendedor de Sonhos)

 

"- Sou apenas um caminhante

Que perdeu o medo de se perder

Estou seguro de que sou imperfeito

Podem me chamar de louco

Podem zombar das minhas idéias

Não importa!

O que importa é que sou um caminhante

Que vende sonhos para os passantes

Não tenho bússola nem agenda

Não tenho nada, mas tenho tudo

Sou apenas um caminhante

À procura de mim mesmo."



publicado por escorpion às 16:43
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 8 de Abril de 2009
A vida

 

Madre Teresa -  Durante uma noite de tormenta, num leprosário às margens do Ganges, compôs este texto:

A vida é uma oportunidade; aproveita-a.

A vida é beleza; admira-a.

A vida é felicidade; saboreia-a.

A vida é um sonho; torna-o realidade.

A vida é um desafio; enfrenta-o.

A vida é um jogo; joga-o.

A vida é preciosa; protege-a.

A vida é riqueza; conserva-a.

A vida é amor; desfruta-o.

A vida é mistério; desvenda-o.

A vida é promessa; cumpre-a.

A vida é tristeza; supera-a.

A vida é um hino; canta-o.

A vida é uma tragédia; domina-a.

A vida é uma aventura; encara-a.

A vida é um gozo; merece-o.

A vida é vida; defende-a.



publicado por escorpion às 23:43
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 7 de Abril de 2009
Semana Santa

 

Dobram tristes na igreja
Na torre que se agiganta
Os sinos p'ra quem deseja
Viver a Semana Santa...

Morreu Cristo numa cruz
Pela bondade ser tanta
P'lo martírio de Jesus
Se evoca a Semana Santa...

Há cânticos da paixão
Que algum povo crente canta
Cultos de celebração
Próprios da Semana Santa.

Há quem faça penitência
E se almoça já não janta
Em jejum e abstinência
Durante a Semana Santa.

Neste mundo atormentado
Que a maldade desencanta
Devia ser transformado
Pra sempre em Semana Santa.

O mais profundo sentido 
Que tem a Semana Santa
É quando Cristo remido
Do sepulcro se levanta !…
 
 
Euclides Cavaco


publicado por escorpion às 04:09
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 4 de Abril de 2009
Amo a vida



publicado por escorpion às 20:16
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Sexta-feira, 3 de Abril de 2009
Indiferença (Gabriel de Sousa)
 
1
Tu olhas com indiferença
A pobreza envergonhada…
…Há gente que assim pensa
Porque não lhes falta nada!

2
Não posso ser indiferente
Ao ver gente esfomeada:
- A dor que cada um sente
Será por Deus escutada?

3
Não pode haver indiferença
Vendo a pobreza no Mundo…
…Para toda e qualquer crença
Será desgosto profundo.


publicado por escorpion às 15:49
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 2 de Abril de 2009
Caminha... (José António)

 

                                   (Foto de Isabel - Uma estrada no Norte de Portugal)

                                                          
Caminha! Caminha sem parar...
Depressa ou devagar, caminha!
Faz pequenas pausas para respirar,
Ouve a Alma, que em ti se aninha...

Observa! Vê com toda a atenção!
Verás que não existem horizontes
Que retenham a tua vocação,
Mesmo que altos sejam os montes...

Olha para a interminável lonjura
Onde se move todo o Universo,
Olha para dentro de ti, com ternura
E entende que és: verso e reverso!

Quando olhares para dentro de ti
Em altura e com profundidade,
Verás diante dos teus olhos, aqui,
Esta incomensurável verdade:

Tu és inteiro com toda a Vida,
És o imortal átomo permanente,
Que contém em si toda a energia
E se renova constantemente.



publicado por escorpion às 03:54
link do post | comentar | favorito
|

Fazer olhinhos

 



English Version

pesquisar
 
Outubro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


posts recentes

Faz-me teu Poeta (Emanuel...

Mar Português (Fernando P...

Mãos dadas (Carlos Drummo...

As duas flores

Todos estão surdos

Abraço de Natal

Apenas uma mensagem

Não aprendo a lição

O sol na minha mão

Anjos já amaram e chorara...

arquivos

Outubro 2014

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Agosto 2012

Maio 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Meus Amigos
Guerreiro da Luz

Criticando Meio Mundo

Causas e Efeitos

Viajante no Mundo

Cantinho das Emoções

Apenas Assistindo

Um Olhar Feminino

Vida, Verdade, Visão

blogs SAPO
subscrever feeds