Segunda-feira, 26 de Abril de 2010
Melhor tentar

Poemas-5542



publicado por escorpion às 01:34
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Terça-feira, 6 de Abril de 2010
Entre amores e dores

 

 

 

“É possível dizer a alguém para não amar,
para não sofrer, para não chorar,
para escolher a quem vai amar?
Não, o coração não tem lógica,
não tem juízo, se entrega e,
entre dores e amores, vive...
 
E quando o amor acaba,
 nos fechamos na dor, na solidão,
até que a ferida sare,
e mesmo com uma enorme cicatriz,
recomeçamos o ciclo:
novo amor, nova decepção, nova dor...
 
Então, o que fazer?
deixar de sentir, anular os sentimentos,
calar a vida que teima em pulsar nas veias,
o sangue a correr quente pelo corpo
levando a esperança por todos os poros,
impulsionando a continuar?
ou, simplesmente ignorar todas essas emoções
e vegetar numa redoma protegido de tudo,
de todos, mas principalmente
protegido de si mesmo?
 
Temos poucas escolhas na vida:
ou vivemos apegados ao ontem,
ao passado;
ou damos uma chance ao amanhã,
ao futuro;
não existe terceira opção,
estagnar segurar o tempo no presente
é impossível.
Ou paramos ou seguimos,
 e muitas vezes o presente
não vale a pena segurar.
Não existe "se" na vida prática,
 é sim ou não, talvez, nem pensar,
"se" eu não fugisse,
"se" eu não tivesse dito,
"se" eu isto ou aquilo,
"se" o caminho escolhido fosse o outro e não este, não tem volta, destino traçado
ou ajudamos a traçar os nossos destinos?
 
Por que alguns conseguem outros não?
Porque são mais corajosos  se arriscam mais,
vão à luta sem medo e mesmo perdendo
não desanimam,
enquanto outros se acovardam ficam em
pânico de tentar,  abaixam a cabeça,
encolhe os ombros medrosos
deixam que a vida os levem a mercê
como uma folha carregada pelo vento,
 isto é o que o destino quer
ou que nós deixamos que o destino queira?
Quantas vezes nós mesmo nã’o damos
 uma pequena "mãozinha" ao destino as
vezes erramos as vezes acertamos
num eterno jogo de ganhos e perdas,
que nunca ninguém vai saber
 quem realmente ganhou ou perdeu,
só aquele que viu a oportunidade de ser feliz
e deixou escapar por medo ou covardia,
vai saber de quem é a culpa:
sua ou do destino?
E mesmo assim ainda terá a dúvida
"se" não seria diferente
"se" tivesse tentado... “



publicado por escorpion às 01:33
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 2 de Abril de 2010
Doces Palavras de Amor



publicado por escorpion às 19:57
link do post | comentar | favorito
|

Fazer olhinhos

 



English Version

pesquisar
 
Outubro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


posts recentes

Faz-me teu Poeta (Emanuel...

Mar Português (Fernando P...

Mãos dadas (Carlos Drummo...

As duas flores

Todos estão surdos

Abraço de Natal

Apenas uma mensagem

Não aprendo a lição

O sol na minha mão

Anjos já amaram e chorara...

arquivos

Outubro 2014

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Agosto 2012

Maio 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Meus Amigos
Guerreiro da Luz

Criticando Meio Mundo

Causas e Efeitos

Viajante no Mundo

Cantinho das Emoções

Apenas Assistindo

Um Olhar Feminino

Vida, Verdade, Visão

blogs SAPO
subscrever feeds