Terça-feira, 13 de Outubro de 2009
O infinito Amor

 

“Amar é impulsionar o coração através do infinito em busca do desconhecido. É dizer à alma -- FALA! É deixar o corpo pronto para agir. É ouvir-se a si próprio e penetrar com misteriosos sussurros que o corpo não explica e a mente nega, com um sorriso incrédulo. É sentir umas coisas estranhas que lembram os ecos dos apaixonados. É perceber entre duas formas visíveis os aromas da paixão -- os corpos e o mistério -- uma linha sutil, que é a divisória formidável do incognoscível......
Amar é tão belo que jamais se pode escrever ou, sequer, formular em linguagem humana.
Uma grande paixão é muda, e fecha os lábios para que a alma se faça ouvir melhor.
A sensação do amor é, o disco luminoso onde a alma se reflete como a poeira das estrelas no espelho líquido da paixão. Os lábios contraem-se como se fossem falar, mas os sentimentos se completam com os doces fluídos do amor.
É falsa a paixão que se faz sem a luz misteriosa do amor que resume o próprio universo no infinito dos prazeres, na poeira cósmica das satisfações sensuais.
Entre o grão de areia dos sentimentos e o mundo incontável do universo do amor, há a mesma distância virtual que separa um homem de uma mulher apaixonados. A alegria e o sorriso é a forma visível de uma eternidade que nossa imaginação jamais vai entender.
Quem ama jamais será infeliz. Só há uma desgraça irremediável: a dos que nunca se apaixonaram loucamente. Amar é adquirir imortalidade a sombra da morte.
Amar é fazer o corpo gemer refletindo em si mesmo o doce sorriso da vida.
O amor é uma ascensão e uma transfiguração.
A paixão é a arquitetura grandiosa que sustenta o amor, escrevendo nos sentimentos a história dos relacionamentos.
Os relacionamentos sem o amor que é a linguagem da alma, distraem o espírito e ferem a inteligência.
Se você tiver um coração duro que não te permitas amar, olha para dentro de ti mesmo e chora: não conheço nada mais belo que o direito de ter lágrimas.
Amar é estar alinhado com o universo, é ouvir no infinito a própria voz formidável das estrelas.
Amar é alcançar a eternidade.
Amar é calar, para sentir melhor.”

 



publicado por escorpion às 00:16
link do post | comentar | favorito
|

Fazer olhinhos

 



English Version

pesquisar
 
Outubro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


posts recentes

Faz-me teu Poeta (Emanuel...

Mar Português (Fernando P...

Mãos dadas (Carlos Drummo...

As duas flores

Todos estão surdos

Abraço de Natal

Apenas uma mensagem

Não aprendo a lição

O sol na minha mão

Anjos já amaram e chorara...

arquivos

Outubro 2014

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Agosto 2012

Maio 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Meus Amigos
Guerreiro da Luz

Criticando Meio Mundo

Causas e Efeitos

Viajante no Mundo

Cantinho das Emoções

Apenas Assistindo

Um Olhar Feminino

Vida, Verdade, Visão

blogs SAPO
subscrever feeds