Quarta-feira, 21 de Março de 2012
Anjos já amaram e choraram

 

 

 

Anjos já amaram e por amor também choraram;

 

por alguém que encontraram

 

enquanto na Terra transitaram...

 

já sentiram seu Ninho vazio...

 

Promessas muitas já fizeram

 

às suas amadas, em noites enluaradas...

 

Estrelas viram pontilhar

 

e quiseram do Céu fazer descer,

 

para um buquê de rosas enfeitar

 

e o brilho fazer realçar...

 

Pediram para o arco-íris aparecer

 

e enfeitar a estrada onde ela ia passar...

 

Também viram a Lua cor de prata,

 

sua luz derramar, a mata clarear

 

e de amor se por a cantar...

 

No Mar, seus cabelos cacheados como as ondas, lembrar...

 

E o brilho do sol em teu olhar penetrar...

 

Tristonhos e perdidos também se viam,

 

quando esquecidos...

 

 Mas de todas as que amavam,

 

uma para sempre ficava...

 

No coração penetrava

 

e de lá não mais se afastava...

 

Então, na solidão ficavam

 

e mil castelos formavam...

 

E a paixão os fazia sofrer!

 

E por mais que quisessem,

 

não conseguiam dela esquecer...

 

Anjos já sofreram, já ficaram solitários...

 

De todas que encontrei também um só amei...

 

Em meu peito se instalou

 

e nunca mais daqui eu afastei...

 

 Por mais que à Deus pedisse,

 

E me dispusesse a orar,

 

do coração, nunca a consegui retirar!

 

 Alguém me ouviu isto falar!

 

E uma forte voz, ouvir se fez...

 

É Sua, deves com ela caminhar,

 

obstáculos galgar e aprender a amar!

 

Não se abstenha de a ela servir,

 

e este amor sublimar...

 

Quanto mais eu pedi,

 

mais forte o liame se fazia

 

E a paixão aumentava...

 

E a Voz repetia!

 

Paixão é cega, leva à escuridão!

 

Amor verdadeiro não é egoísta, quer tudo doar...

 

Vais dela se afastar, aprender a amar,

 

para de novo com ela se encontrar...

 

  O Amor um dia vai a Terra sublimar...

 

Humilde ao Pai, promessa eu fiz...

 

Vou aprender a Te Amar e,

 

juntos um dia vamos ficar...

 

Paixão é...

 

Sentir no peito um cavalo bravo obstáculos saltar...

 

Uma tempestade descer e o fogo continuar a queimar...

 

É um ciclone enfurecido que a Alma quer levar...

 

 

 

Lívio, um Anjo Poeta

(Psicografia:Maju)



publicado por escorpion às 02:52
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De Elias a 24 de Abril de 2012 às 18:09
Um dia quero ser igual a ele


Comentar post

Fazer olhinhos

 



English Version

pesquisar
 
Outubro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


posts recentes

Faz-me teu Poeta (Emanuel...

Mar Português (Fernando P...

Mãos dadas (Carlos Drummo...

As duas flores

Todos estão surdos

Abraço de Natal

Apenas uma mensagem

Não aprendo a lição

O sol na minha mão

Anjos já amaram e chorara...

arquivos

Outubro 2014

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Agosto 2012

Maio 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Meus Amigos
Guerreiro da Luz

Criticando Meio Mundo

Causas e Efeitos

Viajante no Mundo

Cantinho das Emoções

Apenas Assistindo

Um Olhar Feminino

Vida, Verdade, Visão

blogs SAPO
subscrever feeds